Galeria de marcadores

VIRADA CULTURAL 2016/SÃO PAULO.

Foto: Luciana Firmino/lluuhh_lluuhh
A Virada Cultural é um evento anual promovido pela Prefeitura de São Paulo com o intuito de promover na cidade, 24 horas ininterruptas de eventos culturais dos mais variados tipos, como espetáculos musicais, peças de teatro, exposições de arte e história, entre outros, para pessoas de todas as faixas etárias, classes sociais, gostos e tribos que ocupam, ao mesmo tempo, a mesma região da cidade. 

A 12ª edição do evento aconteceu nos dias 20, 21 e 22 de maio de 2016, com a novidade de que nesse ano, A Virada Cultural de São Paulo começou na sexta-feira (20), com um inédito "Happy Hour" artístico, que contou com a parceria com bares e restaurantes, cuja a ideia foi misturar o público da Virada Cultural às pessoas que aproveitam as atividades de sexta-feira à noite no centro.

Foto: Luciana Firmino/lluuhh_lluuhh
E foi lá, no Anhangabaú, centro de São Paulo, que na sexta-feira, 20/05, eu me deparei com o gigantesco barco do festival australiano "Australia Now" que ancorou pela primeira vez em terra latino-americana para o inédito Happy Hour da Virada Cultural 2016. Curiosa pela magnitude do barco, porém sem saber que na verdade se tratava de imenso de um palco, eu resolvi estacionar a minha cadeira de rodas para apreciar a "escultura", momento que começou o maravilhoso espetáculo pirotécnico "Pyrophone Juggernaut". Pyrophone é um instrumento experimental de grande proporção, inventado em 1873, que utiliza os sons produzidos por chamas no interior dos tubos para criar música. Já o Juggernaut, que tem 10 metros de altura, é o maior órgão de fogo multi-oitavado do mundo. E para abrilhantar ainda mais o espetáculo, curiosos e imensos instrumentos de percussão deram um ar de mistério e suspense nesse surpreendente show, que com certeza, já entrou para história da Virada Cultural de São Paulo. 

Foto: Luciana Firmino/lluuhh_lluuhh
Para quem recentemente morreu vítima de um boato maldoso na internet, a cantora Roberta Miranda apareceu muito viva na noite de domingo, 22/05, na Virada Cultura e soltando o vozeirão no Palco Arouche, Roberta encantou a todos com suas melodias românticas. Entre tantos sucessos, a sertaneja cantou clássicos como "A Majestade, o Sabiá", Vá com Deus, "Ainda Ontem Chorei de Saudade" e "Sosseguei", em homenagem à dupla Jorge & Mateus. Além de presentear o público com a qualidade incomparável de sua voz, a Rainha da música sertaneja cantou algumas canções tocando guitarra e descontraiu o show dançando no palco e brincando com a galera animada que foi prestigia-la. E para finalizar e esquentar a ainda mais a noite, Roberta jogou rosas para o público. Muita gente tentou pegar uma, inclusive eu, mas eu só não tentei, como também consegui pegar uma rosa vermelha que como um passe de mágica veio parar na minha mão o que me deixou, é claro, muito feliz. Amei! Sem dúvida alguma,o show da Roberta Miranda é um daqueles que vale a pena ver de novo.

Foto: Luciana Firmino/lluuhh_lluuhh
Ainda no domingo, mas agora no Palco Princesa Isabel, foi a vez de prestigiar, ou melhor, reverenciar Dona Ivone Lara que com seus 95 anos anos de idade, emocionou o encerramento da Virada Cultural 2016 de São Paulo. A Rainha do Samba Brasileiro foi homenageada pelos sambistas Monarco, Thobias da Vai-Vai, Graça Braga, Fabiana Cozza, Elizeth Rosa e Luiza Dionisio que cantaram clássicos de Dona Ivone Lara que no palco, de olhos quase sempre fechados, marcava devagarinho o samba com um leve balançar da cabeça, enquanto o público, por sua vez, acompanhava, em coro e na palma da mão, como se estivesse em uma grande roda de samba canções como "Alguém Avisou", "Sorriso Negro", "Acreditar", "Enredo do Meu Samba", entre outros. E claro, que para finalizar e emocionar ainda mais a linda homenagem, não podia faltar "Aquarela Brasileira", samba enredo do G.R.E.S. Império Serrano (RJ), escola de samba de coração da Dona Ivone Lara. A benção, Dona Ivone Lara! A senhora nasceu no samba e não pode parar.

Foto: Luciana Firmino/lluuhh_lluuhh
Te espero na Virada Cultural 2017 - São Paulo

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo