Galeria de marcadores

Série de ilustrações vintage revela Hilda, a pin-up plus size dos anos 50


Mesmo nos anos 1950, as pin-ups mais típicas eram magras, tipicamente belas e sempre posadas. Menos a Hilda! <3

Não é de hoje que os padrões de beleza, de peso e corpo nos são impostos. Mesmo nos anos 1950, as pin-ups mais típicas eram magras, tipicamente belas e sempre posadas. Da mesma forma, porém, que haviam os padrões, existiam também as pessoas certas para desafia-los – e, no caso das pin-ups, seus corpos e poses, essa pessoa foi o ilustrador Duane Bryers.



Foi Duane quem criou Hilda, uma pin-up similar às outras no que dizia respeito à sedução, volúpia e sensualidade, mas, no entanto, diferente de qualquer outra personagem. Ainda que não fosse feita de carne e osso de fato, Hilda foi certamente uma das primeiras representações de modelo plus size que se tem notícia. Plena em charme e sex appeal, Hilda não respeitou os tais padrões para ganhar popularidade dos anos 1950 até os anos 1980, período no qual foi publicada. 


A iconoclastia da personagem de Duane, no entanto, não se reduz ao charme singular e deliciosamente fora dos padrões de seu corpo e figura; Hilda é também mais livre, divertida, até mesmo desajeitada – um tanto mais relaxada e, assim, humana – do que outras pin-ups. A verdade é que se as pin-ups tornaram-se paradigmas irreais de charme e sedução, Hilda é diferente: ela é tão carismática, sedutora e sensual quanto as mulheres de verdade podem ser – muito mais do que qualquer padrão ou personagem.


Todas as ilustrações © Duane Bryers

FONTE: Hypeness - 15/02/2017

.................. Gata de Rodas ..................


Fique por dentro das notícias com o Blog Gata de Rodas
Bora lá seguir e se cadastrar: Gata de Rodas     
E receba matérias exclusivas. Beijos 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo