26/02/2017

Conhecer Amara

Conhecer Amara
É acreditar que não existe destino amargo quando ele vem acompanhado de um café quentinho adoçado com açúcar mascavo e uma deliciosa tapioca recheada com geleia de uvaia e frutas da estação
É transpor a Cisplatina, chegar em Campinas e aprender o dialeto falado pelxs meninxs que vivem nas ruas de lá e na Saúde traduzi-lo com a maestria de quem só conhece as Letras sabe falar.
É viver nas ruas sem deixar de sonhar. Transformar vida em livro. Conquistar com as experiências vividas. E encantar com o sorriso de batom vermelho nos lábios

Gata de Rodas 
Terça-feira, 14/02/2017




"Comecei por safadeza mesmo, assumo, carência brutal, vontade que me desejassem, pegassem, pagassem por mim, mas rapidinho eu vi que não era assim bom como eu sonhava e aí escrever sobre, poder escrever sobre, começo a ser a razão de eu continuar. Hoje já nem sei mais se me prostituo pra escrever ou se escrevo pra me prostituir, essa é a verdade"

Trecho do livro "Se Eu Fosse Puta" - da escritora Amara Moira

Siga, faça parte do blog, cadastre-se: Gata de Rodas
Receba matérias exclusivas. Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Subir