24/05/2020

Corpo imperfeitamente perfeito!


A internet principalmente através das redes sociais tem sido um espaço promissor para mulheres cadeirantes mostrarem a sua beleza e sensualidade. 

Dar visibilidade aos diversos corpos que não se encaixam nos padrões de beleza, mais que inclusão social, é também abrir espaço para um novo olhar e conceito para o que seja belo. 

Já passou da hora desses corpos serem apenas desejados como curiosidade, às escondidas e/ou como objeto de fetiche. 

A inclusão social da mulher cadeirante nos espaços se refere muito mais que poder no circular livremente sem esbarrar na falta de acessibilidade, pois envolve também a questão da autoestima que liberta o corpo deficiente do pudor e dá um foda-se para o estranhamento dos olhares da sociedade.
Siga, faça parte do blog, cadastre-se: Gata de Rodas
Receba matérias exclusivas. Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Subir